Como proteger um Pen Drive contra Worms

Passo a Passo para proteger seu Pen Drive de Ataques do Tipo Worm. Entenda como blindar o seu dispositivo deste tipo de ameaça.

Cristiano PalharesCristiano Palhares
Como proteger um Pen Drive de Worms

Muitas vezes esquecemos que outros computadores podem trazer ameaças aos nossos dispositivos, quando inserimos o pen drive na porta USB estamos sujeitos a contaminação, podendo causar uma epidemia e contaminar outros computadores com o vírus ou programas maliciosos.

Um dos tipos mais comuns de vírus propagados por este dispositivo é o worm, um tipo de malware mais perigoso que vírus comum e que se espalha rapidamente, ocorrendo sem o controle da vítima. Assim que ele contamina um computador, o programa malicioso cria cópias de si mesmo em diferentes locais do sistema e se espalha para outras máquinas, seja por meio de Internet, mensagens, conexões locais, dispositivos USB ou arquivos.

Para evitarmos podemos blindar o pen drive seguindo os passos do tutorial deste post. É importante deixar claro que com estes passos, irá evitar que o worm se instale sem seu conhecimento, mas não vai impedir que você possa copiar arquivos com vírus para dentro do seu pen drive.

Mantenha os programas de antivírus sempre atualizados para proteger a máquina destes programas maliciosos. Caso queira abrir algum arquivo que esteja em um pen drive, é importante sempre escanear o dispositivo com o antivírus primeiro para constatar que não há contaminação, recomenda-se instalar um software anti-malware para detectar os worms.

 

Como o worm atua

A maioria dos worms que costuma se alojar em pen drive possuem pelo menos dois componentes, um deles é o arquivo chamado “autorun.inf”. Ele é um arquivo oculto que, por si só, não é um vírus. O Autorun é responsável por iniciar arquivos do pen drive e outros dispositivos de mídia removível quando são conectados ao PC.

A maioria dos antivírus o detecta como um vírus, ele faz isso porque o arquivo “autorun.inf” não atua sozinho. Ele pode conter códigos responsáveis por iniciar o verdadeiro worm que está escondido em uma pasta de sistema no computador, normalmente na pasta system32 ou mesmo no pen drive na pasta recycler. A pasta varia de acordo com o tipo de worms e pode até ser encontrado em outras pastas.

 

Como resolver o problema

Primeiramente, recomenda-se que antes de realizar o procedimento para proteger o pen drive contra worms, seja feito um backup do seu pen drive, crie uma pasta no HD e copie todo o conteúdo para lá, ao final do procedimento copie de volta para a pasta que iremos criar no pen drive.

Não é necessário a instalação de programas para realizar tal procedimento, sendo um método rápido e que deve ser executado seguindo exatamente o que se pede.

 

Passo 1 – Formatação do pen drive

Após o backup de seus arquivos, conforme informado anteriormente.

  • Vá em INICIAR/MEU COMPUTADOR, clique com o botão direito em cima da unidade do pen drive e depois em FORMATAR, como mostra na (Fig. 1);
  • Na janela que se abrirá, marque a opção de sistema de arquivos como NTFS como mostra na (Fig. 2);
  • Dê um nome ao dispositivo;
  • O tamanho da unidade de alocação, escolha a que já vem por padrão;
  • Deixar marcada a opção de “Formatação Rápida”;
  • Por fim clique em Iniciar.

Fig. 1 - Formatar o pen drive e Fig. 2 - Configurando a Formatação

 

Passo 2 – Criação da pasta de trabalho

Logo após a formatação, crie uma pasta com o nome que desejar dentro do seu pen drive.

Acesse o pen drive, clique com o botão direito do mouse, selecione a opção “Novo” e depois em “Pasta” como mostra na (Fig. 3) renomeie com o nome de sua preferência, será nesta pasta que os dados serão armazenados.

Fig. 3 – Criando a pasta onde vai ficar os arquivos – Como proteger um Pen Drive contra Worms

 

Passo 3 – Protegendo todo o pen drive

Clique com o botão direito do mouse na unidade do pen drive e selecione a opção “Propriedades” como mostra na (Fig. 4).

Fig. 4 – Propriedades do pen drive – Como proteger um Pen Drive contra Worms

Ao abrir a janela de propriedades do pen drive selecione a aba “Segurança”, depois clique em “Controle total” e no botão “Editar” (Fig. 5).

Fig. 5 – Aba “Segurança” – Como proteger um Pen Drive contra Worms

Ao clicar em controle total é possível notar que está marcando ou habilitado para permitir tudo (Fig. 6) e por isso a próxima ação será de negar tudo marcando em “Controle Total” o quadrinho “Negar” que automaticamente nega as outras opções como é mostrado na (Fig. 7).

Fig. 6 - Permissão para tudo e Fig. 7 - Negar permissão - Como proteger um Pen Drive contra Worms

Clique no botão “Aplicar”, será exibido um alerta informando que só o proprietário poderá alterar as permissões, clique no botão “Sim” como é mostrado na (Fig. 8).

Fig. 8 – Confirmação de segurança – Como proteger um Pen Drive contra Worms

Clique na barra de rolagem da janela “Permissões para Todos” até visualizar o quadrinho de “Ler & executar” como se vê na (Fig. 9) onde deve ser marcada a opção mostrada, as outras opções serão marcadas automaticamente, no detalhe percebe-se que a opção “Gravar” aparece marcado no grupo “Negar” como é mostrado na (Fig. 10).

Fig. 9 - Permitir Ler, listar e negar gravação e Fig. 10 – Conclusão da proteção da pasta raiz do pen drive

Com isso, todo o pen drive estará protegido e agora será necessário habilitar a pasta de trabalho para que possa ser usada normalmente.

O procedimento realizado é bem simples. Você proibiu que fossem gravados arquivos na raiz do seu pen drive, onde geralmente se alojam os vírus, sendo a pasta criada dentro dele permitindo que você manipule seus arquivos de forma mais segura.

 

Passo 4 – Desbloqueando a pasta de trabalho

Será necessário desbloquear a pasta de trabalho criada no passo 2, para que seja possível utilizá-la normalmente. Dê um clique na unidade do pen drive, será exibida a pasta que será usada como a de trabalho que foi criada anteriormente, clique com o botão direito nesta pasta e em seguida clique em “Propriedades”, ao abrir a janela de propriedades (Fig. 11) clique na aba “Segurança”, em seguida clique no botão “Editar” e depois clique no quadrinho de “Permitir” e “Controle total” (Fig. 12).

Fig. 11 - Protegendo a pasta de trabalho e Fig. 12 - Dando permissão na pasta de trabalho

Faça o teste, grave algum arquivo dentro da pasta. Se gravou sem nenhum problema, tente algum arquivo fora da pasta. Observe que aparecerá uma mensagem informando que não foi possível gravar significando que todo o procedimento foi realizado com sucesso.

OBS.: Todo arquivo que for salvo no pen drive, deverá ser salvo dentro da pasta criada. A realização deste procedimento não pode ser considerada como 100% de eficácia, pois, se tratando de um tipo de vírus de computador, nunca se sabe o que virá por aí.

Fique atualizado com nosso melhor conteúdo!

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn

Leitores também acessaram: