Governo britânico utilizou Azure no combate à pandemia

Manter a performance adequada para lidar com o tsunami de solicitações no combate à pandemia de Covid-19. Saiba como o Serviço Nacional de Saúde Britânico utilizou as soluções Microsoft Azure para escalar sua infraestrutura de acesso a informações.

Luzia Mendes
impacto do metaverso

A tecnologia foi a grande aliada da humanidade no combate ao Covid-19. Seja no rápido desenvolvimento das vacinas, na velocidade do compartilhamento de informações, ou mesmo pela possibilidade do trabalho remoto. Neste artigo, vamos contar como o governo britânico utilizou a plataforma Azure no combate à pandemia.

Virada de chave para escalabilidade

Foi por volta de 2009 que o mundo foi apresentado aos conceitos de cloud computing e aos seus benefícios. Dentre eles, sempre se destacou a mudança de paradigma na qual o hardware necessário para rodar serviços computacionais se ajustaria automaticamente a partir do crescimento da demanda de acessos. De lá pra cá, surgiram diversas tecnologias que se propõem a atender ambientes computacionais cada vez mais complexos e a principal missão de qualquer sysadmin passou a ser montar infraestruturas robustas capazes de responder a imprevisto.

Neste sentido, o lockdown imposto ao mundo em meados de 2020 será pra sempre o principal exemplo de situação onde a demanda por serviços online cresceu vertiginosamente da noite pro dia. Por isso, destacou-se quem que estava à frente em ferramental para lidar com o novo modus operandi que está sendo chamado de digital first.

Ou seja, com o mundo externo disponível apenas pela internet, os sistemas computacionais enfrentaram um mesmo desafio: escalabilidade.

O Azure no combate à pandemia pelo Governo Britânico

Atuando desde 1948, o Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS – National Health Service) nunca havia enfrentado uma ameaça de saúde tão inesperada quanto a pandemia do Covid-19.

Para responder à gigante demanda por serviços de saúde, ficou claro que a NHS precisava de uma arquitetura de sistemas que pudesse crescer o suficiente para lidar com o tsunami de solicitações, mantendo performance adequada.

A grande demanda de acesso ao site 111 online, principal centro de informações sobre COVID-19, resultou em problemas de desempenho e interrupções graves no sistema. Por isso, o governo britânico utilizou a plataforma Azure para escalar sua infraestrutura de acesso a informações no combate à pandemia. Mais especificamente, adotando Estrutura Bem Projetada do Microsoft Azure .

“Inicialmente, conforme os casos se formavam, definindo os sintomas do vírus, as pessoas recebiam informações genéricas de saúde sobre distanciamento, lavagem das mãos etc.”

Este é o relato de Ste Nelson, Head of Delivery da UEC Digital Services e responsável pela versão digital do serviço 111 de informações, no case publicado pela Microsoft.

O grande problema foi a quantidade de usuários acessando o site ao mesmo tempo – chegando a 25 vezes mais acessos que o máximo de acessos que o site costumava ter. Com 250 requests por segundo, chegou-se a pensar em um ataque DDoS. 

Para resolver o problema, especialistas Microsoft foram acionados para repensar uma arquitetura de sistemas escalável conforme demanda.

“A estrutura que a Microsoft nos ajudou a construir nos permitiu dividir nossos web services de maneira muito mais inteligente dentre os recursos computacionais. Agora conseguimos dimensionar nossos recursos com boa precisão de onde eles são necessários, o que nos permite fornecer um serviço nacional melhor. Também podemos desenvolver mais recursos de uma vez porque podemos replicar essa estrutura com muita facilidade e precisão. Mover nossa infraestrutura para código também nos permitiu executar algumas atividades facilmente, como montar uma réplica de produção para fazer testes de carga, fazer versões em miniatura para fazer testes de integração e implementar rapidamente novos recursos.”

Utilize o Azure para escalar seus sistemas!

Assim como o governo britânico, que utilizou Azure no combate à pandemia, muitas outras empresas já adotam a os provedores de Cloud como seus principais parceiros tecnológicos para infraestrutura operacional.

Por isso, aqui na InterOp, oferecemos serviços consultivos, operacionais, monitoramento e licenciamento de Microsoft Azure. Além de projetos de Migração para Nuvem.

saiba-mais-administracao-azure

Quer conhecer mais sobre tecnologias que melhorem a operação e a entrega de serviços de TI? Então entre em contato conosco e fale com nossos especialistas!

Fique atualizado com nosso melhor conteúdo!

    Compartilhe

    Leitores também acessaram: