Impactos e perspectivas do 5G no Brasil

Tecnologia 5G abre portas para controle remoto e automação de grandes operações pela alta velocidade do sinal de internet.

Bruno Barros
tendências 5G

Com previsão de cobertura em todas as capitais brasileiras até o final de setembro, o 5G no Brasil começa a se tornar realidade no país. No último dia 6, quando a tecnologia ficou disponível em Brasília, mais de 60 modelos de aparelhos estavam habilitados a receber o sinal. Para isso, é preciso a homologação do modelo pela fabricante junto à Agência Nacional de Telecomunicações, a ANATEL. O valor inicial de um aparelho com a tecnologia é de R$ 1,3 mil.

Impactos do 5G no Brasil

O sinal, que tem velocidade média de até 1 Gbps, é cerca de dez vezes mais rápido que o sinal 4G e promete uma nova experiência de interação para os usuários. Tanto em ações simples de transferência de arquivos, quanto na ampliação do uso de inteligência artificial (IA) e da internet das coisas (IoT). Isso porque o sinal 5G, além de mais veloz, também aumenta significativamente o número de dispositivos conectados e reduz a latência da rede de internet.  

Assim, será possível fazer cada vez mais coisas pela internet – cada vez mais rápido e com maior alcance. Como a interconexão de equipamentos através da ampliação do alcance da rede e, por conseguinte, o controle remoto de automações. A mudança é acompanhada de perto por segmentos como climatização, celulares, televisores e mercado gamer, além de setores como saúde, mobilidade urbana, indústria e agro.

Um dos principais benefícios do 5G é a latência de 1 à 4 milissegundos, que permite uma interatividade praticamente instantânea. Com isso, as videochamadas serão mais claras e menos intermitentes e a conexão remota com dispositivos reais rompe barreiras geográficas dando força à nova forma de conexão humana que é o metaverso.

Com uma rede tão rápida, as possibilidade de desenvolvimento de aplicações são equivalentes às da era pré-internet.

Cobertura do 5G no Brasil

Ainda sem um cronograma exato para cada cidade, a nova geração de internet 5G tem previsão de cobertura total no país até final de 2022. O que deve impulsionar o acesso e melhorar a distribuição e o alcance do sinal.

Com a implementação da tecnologia 5G, a Anatel também pretende ampliar o acesso à rede 4G. Pois, atualmente, mais de 300 cidades e mais de 7 mil localidades – como distritos, vilas e zonas rurais – ainda não possuem qualquer cobertura ou possuem apenas cobertura 3G. De acordo com o edital da Anatel, o tempo estimado para cobertura de 100% das cidades brasileiras com o acesso à internet de alta velocidade é até o final de 2028. 

Para além das dificuldades geográficas, existe um conflito pelo fato de as antenas 5G utilizarem a mesma frequência de 3,5GHz das antenas parabólicas de televisão. A Entidade Administradora da Faixa (EAF), da Anatel, tem um programa de distribuição gratuita da nova parabólica digital, conversor e cabos para usuários das antenas que estejam cadastrados no CadÚnico.

O prazo para que a transmissão da TV aberta pare de funcionar nas parabólicas é de 18 meses. O programa Siga Antenado está disponível para as cidades de Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo.  

Perspectivas

A tecnologia traz potencial para aumentar a produção industrial, por meio da comunicação direta entre máquinas, e possibilitar novidades como cirurgias à distância e transporte em carros sem condutores. As próximas cidades a receberem o sinal são Belo Horizonte, João Pessoa, Porto Alegre e São Paulo.

Assim, uma vez que o 5G esteja disponível e o uso de IoT potencializado, a indústria e as cidades enfrentarão o desafio de monitorar seu parque de equipamentos e garantir a saúde do ambiente de TI. Para isso, a InterOp oferece seu serviço de NOC. Com ele, monitoramos todos os equipamentos em seus indicadores de capacidade e performance.

 

 

Quer saber mais? Então agende uma conversa com um dos nossos consultores para implementar essa facilidade e aumentar a produtividade e colaboração na sua empresa.

Fique atualizado com nosso melhor conteúdo!

    Compartilhe

    Leitores também acessaram: