Guia da organização: aprenda a elaborar um plano de continuidade de negócios com especialistas

Na complexidade do cenário corporativo, garantir um negócio sólido vai além das estratégias convencionais. O planejamento organizacional, o mapeamento cuidadoso das operações para possíveis incidentes e o plano de continuidade de negócios, por exemplo, são temas essenciais para proteger as empresas. Em meio a tantas imprevisibilidades, é preciso ir além das simples respostas às crises, […]

Equipe Interop
Guia da organização: aprenda a elaborar um plano de continuidade de negócios com especialistas

Na complexidade do cenário corporativo, garantir um negócio sólido vai além das estratégias convencionais. O planejamento organizacional, o mapeamento cuidadoso das operações para possíveis incidentes e o plano de continuidade de negócios, por exemplo, são temas essenciais para proteger as empresas.

Em meio a tantas imprevisibilidades, é preciso ir além das simples respostas às crises, abraçando a cultura proativa da continuidade de negócios.

É nesse contexto que a InterOp passou a ser referência no mercado, com planejamentos estratégicos que ajudam a organização a ser eficiente nos processos.

E para explicar melhor sobre o que é um plano de continuidade de negócios, uma das principais expertises da InterOp, mostraremos a seguir como construir um plano eficiente e apresentaremos os passos essenciais para a sua empresa nessa jornada.

 


Quais são os pilares essenciais do plano de continuidade de negócios?

Na hora de elaborar um plano de continuidade de negócios, é importante ficar atento(a) em três pilares essenciais: plano de resposta à emergência, plano de gestão de crise e comunicação e plano de retomada dos negócios. Esses pontos são fundamentais para antecipar eventos mais críticos e elaborar ações para não interromper as atividades.


 

Plano de continuidade dos negócios: o que você precisa saber?

Primeiro, vamos à definição sobre o conceito: em termos simples, o plano de continuidade de negócios é um conjunto de medidas preventivas e reativas elaborado para garantir que uma empresa possa continuar operando de maneira eficiente, mesmo diante de eventos inesperados.

Sua aplicação vai muito além de lidar com desastres naturais, abrange desde falhas tecnológicas até crises econômicas.

Suponhamos, por exemplo, que uma grande empresa passou por um ataque cibernético e isso gerou uma grande crise de operação. Com um plano de continuidade, a organização saberá como prosseguir, minimizando ao máximo os impactos gerados com a paralisação.

Ao antecipar potenciais interrupções, a organização mantém suas atividades durante momentos desafiadores, como também pode evitar perdas financeiras significativas, preservando a sua reputação e a confiança dos clientes.

Garantias importantes e análise abrangente

As garantias atribuídas a organizações prevenidas são diversas. Primeiramente, há a minimização de tempo de inatividade, fundamental para negócios que dependem da continuidade operacional. Além disso, a gestão eficaz de crises é possibilitada, permitindo que a empresa se recupere de maneira rápida e eficiente.

A análise abrangente da estrutura da empresa é uma peça-chave no desenvolvimento do plano de continuidade. Isso envolve:

  • Identificar áreas críticas;
  • Sistemas vitais;
  • Garantir recursos humanos fundamentais para as operações.

 

A preservação desses elementos estratégicos é crucial para garantir que a instituição possa superar desafios sem comprometer sua funcionalidade ou compromissos com clientes e parceiros.

Plano de continuidade dos negócios e dados

Empresas que dependem significativamente de dados para as suas operações diárias devem estar particularmente atentas à elaboração e implementação eficaz de um plano de continuidade, já que a paralisação das operações pode ter efeitos devastadores.

Quando bem elaborado, um plano de continuidade não apenas considera a infraestrutura tecnológica, mas também a integridade e segurança dos dados. Isso faz com que seja criado uma proteção ampliada contra a perda de informações valiosas.

A atuação conjunta do plano de continuidade e a gestão de dados inclui:

 

Dessa forma, mesmo em emergências, os dados críticos são preservados, garantindo a continuidade operacional e o foco na lucratividade dos seus negócios.

Como elaborar um plano de continuidade de negócios com a InterOp?

A InterOp é a principal parceira estratégica no Brasil para a elaboração e implementação eficaz de um plano de continuidade de negócios.

Nesse sentido, a seguir separamos 10 dicas da empresa para você começar a elaborar o seu próprio plano de continuidade de negócios. Leia com atenção:

1. Análise dos riscos e ameaças do seu negócio

Comece o seu plano de continuidade, definindo uma análise aprofundada sobre os principais riscos e ameaças específicas para o seu negócio. Isso proporciona uma compreensão clara dos desafios que podem surgir e aponta os caminhos para o desenvolvimento da sua estratégia.

2. Análise de impacto

Após entender os potenciais e os eventos adversos, realize uma análise de impacto. Isso ajudará a identificar áreas críticas que precisam de proteção prioritária no plano de continuidade.

3. Simulação e testes de funcionamento do plano de continuidade

É importante que você execute o plano e não apenas o crie. Conduza simulações, testes de funcionamento e sempre avalie como ele está sendo inserido nos seus negócios. Essas práticas garantem a eficácia esperada em situações reais.

4. Manual e treinamento para usar o plano

Forneça um manual detalhado e treinamentos para a equipe envolvida, garantindo que todos compreendam o seu papel e as responsabilidades durante a implementação do plano.

5. Estratégias e mecanismos de ativação

Definindo estratégias claras de ativação, assegure uma resposta rápida e eficiente diante de uma emergência, minimizando o tempo de inatividade.

6. Plano de gerenciamento de crises (PAC)

Integre um plano de gerenciamento de crises delineando procedimentos específicos para lidar com diferentes cenários, garantindo uma resposta organizada e eficaz.

7. Plano de emergência

Desenvolvendo um plano de emergência abrangente, foque em medidas imediatas para garantir a segurança de todos os envolvidos e a proteção dos ativos críticos.

8. Plano de recuperação de desastres (PRD)

Estabeleça um plano de recuperação de desastres com os passos necessários para restaurar operações normais após a ocorrência de eventos adversos.

9. Tenha o suporte especializado da InterOp

A presença contínua da InterOp assegura que a sua organização tenha suporte especializado em todos os estágios do plano de continuidade, adaptando-se às mudanças do ambiente de negócios.


Para ir além: conheça mais do suporte especializado 24×7 da InterOp!


10. Atualizações, revisões e versões recentes do plano com a InterOp

Para evoluir as estratégias da sua organização, a InterOpnão apenas implementa o plano, mas também se compromete com atualizações regulares, revisões e adaptações conforme as necessidades do seu negócio.

Tenha um plano de continuidade efetivo com a InterOp

A InterOp é referência como empresa de administração tecnológica para os negócios. Atuando há 29 anos no mercado, oferecemos as mais diferentes soluções sob medida para que você tenha como única preocupação o seu core business.

Com a InterOp, tenha total disponibilidade tecnológica, através dos nossos serviços e garantias:

 

Continue se aprofundando e solicite uma consultoria especializada com a InterOp. Inicie os tópicos essenciais do seu plano de continuidade, de acordo com a realidade do seu negócio, e seja parceiro de quem é referência no mercado.

Fique atualizado com nosso melhor conteúdo!

    Compartilhe

    Leitores também acessaram: